A cada dia cresce o número de pessoas preocupadas com a segurança e em proteger o patrimônio. Mesmo com toda a certeza da economia brasileira, o crescimento de seguros esse ano no país, teve um grande salto em relação aos anos anteriores.

Crescimento de Seguros em 2019

Mesmo com o baixíssimo resultado do Produto Interno Bruto (PIB) de apenas 0,7% de janeiro a junho, ainda assim, o mercado de seguros no Brasil, cresceu cerca de 8,4% somente no primeiro semestre deste ano. Esse aumento reflete uma arrecadação de expressivos R$ 125,4 Bilhões de reais.

Vale a pena lembrar que as receitas geradas com saúde complementar e o seguro DPVAT não estão inclusos neste valor.

O seguro de pessoas teve um aumento médio de 9,3%, enquanto o segmento de seguros para danos e responsabilidades cresceu 5,5%.  O mês de junho de 2019, reflete bem o crescimento do mercado de seguros no Brasil, gerando uma receita de R$ 21,9 bilhões, o que significa um aumento de 15,6% em relação ao mesmo mês de 2018.

Segundo Solange Vieira, presidente da SUSEP (Superintendência de Seguros Privados), a grande expansão do mercado segurador no Brasil se deve ao fato de que o segmento se baseia nos pilares fundamentais para o sucesso, que são: a livre concorrência, o desenvolvimento, a credibilidade, a cobertura e Tecnologia.

“Devemos pensar no seguro-desemprego como uma espécie de produto privado, afinal ele é responsável por 1% do PIB”, conclui Solange, durante abertura do Conseguro 2019, realizado em setembro deste ano em Brasília.

O Crescimento de Seguros por regiões

A FENACOR (Federação Nacional dos Corretores de Seguros Privados e de Resseguros), realizou um estudo que detalha bem o crescimento do segmento em todas as regiões do país.

A região Sudeste continua sendo a líder do setor. No entanto, teve uma pequena queda do faturamento de 62% para 60% entre 2017 e 2018. Isto muito se deve ao crescimento exponencial do mercado em outras regiões.

Em segundo lugar no país em faturamento, vem a região Sul que teve um leve aumento de 18 para 20% nos últimos dois anos.

Outra região que avançou bastante no segmento, foi a região Centro-Oeste, com uma fatia média de 10% do mercado. Segundo os especialistas, a região Nordeste em pouco tempo irá ultrapassar os 10% de faturamento no setor, subindo da quarta para a terceira posição. Vale a pena lembrar, que em 2017 as duas regiões estavam empatadas ambas com 9% da fatia do bolo.

E por último temos a região Norte que vem crescendo uma média de 0,2% por ano, e hoje é responsável por 2% do faturamento do mercado.

Previsões para o futuro

Segundo especialistas do setor, com ajuda da Inovação e da tecnologia, e com a volta do crescimento econômico, a tendência é que o mercado de seguros no Brasil, cresça em torno de 10% a 12% nos próximos dois anos.

Para isso, novos estudos estão sendo realizados, juntamente com a criação de outras modalidades de seguros que visam cobrir setores ainda pouco explorado pelo segmento.

A cada dia novas corretoras são abertas em todo o país, o que vai permitir cada vez mais, que pessoas e empresas tenham acesso as melhores opções de seguros.